RESUMO – A urbanização gera diversos impactos no ciclo hidrológico e no ambiente, sendo que os desafios para o manejo de águas pluviais são cada vez maiores. Um dos problemas causados é a redução da infiltração da água no solo devido à impermeabilização da superfície e ao rápido transporte do escoamento superficial para os corpos hídricos receptores. Observa-se, portanto, que as redes de drenagem convencionais se tornaram uma solução ultrapassada que acabam por contribuir com esses impactos. Nesse contexto, soluções alternativas capazes de mitigar os problemas causados pela ocupação urbana, chamadas soluções de baixo impacto, vêm sendo propostas e estudadas. O entendimento do comportamento dessas soluções é fundamental para sua aplicação e difusão e pode ser feito por meio de estudos com o uso de ferramentas como a modelagem hidrológica, que permite a simulação das soluções com uma série contínua de precipitações para obter respostas sobre o funcionamento a longo prazo. Neste trabalho, simularam-se cenários de manejo de águas pluviais sem e com ocupação de uma área urbana residencial, analisando tanto a solução convencional quanto a de baixo impacto e verificou-se que a última solução oferece benefícios para o ciclo hidrológico, de acordo com o comportamento simulado por três anos hidrológicos.

ABSTRACT – The urbanization process leads to several impacts on the hydrological cycle and on the environment in general, increasingly bringing challenges for the stormwater management. One of the problems caused is the reduction of water infiltration in the soil due to the surface impermeabilization and the rapid transport of the surface runoff to the receiving water bodies. Therefore, it is observed that conventional drainage networks have become an outdated solution that end up contributing to these impacts. In this context, alternative solutions capable of mitigating the problems caused by urban occupation, so called low impact solutions, have been proposed and studied. The understanding of the behavior of these solutions is fundamental for its application and diffusion and it can be done by means of studies using tools such as hydrological modeling, which allows the simulation of the solutions with a continuous series of precipitations to obtain answers about the operation in the long term. In this paper, stormwater management scenarios without and with occupation of a residential urban area were simulated, analyzing both the conventional and low-impact solutions and it was verified that the last solution offers benefits to the hydrological cycle, according to the behavior simulated for three hydrological years.

LINK PARA O ARTIGO COMPLETO: https://drive.google.com/file/d/1VYtyysk2qzU2ewvk49qOrKmeA6MpT1Lu/view?usp=sharing