L. M. S. Andrade, C. S. Conserva, N. S. Lemos, S. C. Prates e G. D. P. Nóbrega

RESUMO

Propor as bases para estimular o diálogo entre diferentes saberes na temática da água é uma macrodiretriz do Plano Nacional de Recursos Hídricos do Brasil. Este artigo apresenta uma possibilidade de gestão compartilhada da água, envolvendo governo, sociedade e universidade fundamentado no conflito local da expansão urbana da Serrinha do Paranoá no contexto da bacia hidrográfica do Lago Paranoá, em Brasília, DF, concretizada no Seminário “O Lago Paranoá e a Crise Hídrica: Desafios do Planejamento Urbano para Brasília”, ocorrido no ano de 2017, na FAU/UnB, organizado em parceria do MPDFT com movimentos sociais. A água foi a matriz metodológica das palestras, com estudo de caso da expansão do Setor Habitacional Taquari - SHTQ. Demonstra o agenciamento de eventos e atores provendo uma gestão compartilhada da água na bacia hidrográfica do Lago Paranoá. É parte do projeto “Brasília Sensível à Água” do Grupo de Pesquisa “Água e Ambiente Construído” da FAU/UnB.

LINK PARA O ARTIGO COMPLETO: https://drive.google.com/file/d/10fPLHN7-6mJsAjwLupZeph5H1-RgMXI8/view?usp=sharing